É muito comum que durante os primeiros anos da carreira, seja ela corporativa ou acadêmica nos sentimos perdidos, necessitando de um direcionamento. Aí vem a ideia, procurar algum mentor, uma pessoa para direcionar e ser um guia para algumas decisões ou para orientá-lo em alguma fase específica.

A questão é: como escolher uma pessoa que será tão importante na minha formação? Bem, para que uma pessoa possa receber esse título, a primeira coisa que deve ter é experiência. Naquilo que faz, de vida, de carreira. Assim como você esse mentor um dia já foi um aprendiz, ele também já teve o seu mentor e em certa fase do processo, através de tomadas de decisões difíceis, muito conhecimento e perspicácia.

Não necessariamente o mentor precisa ser um ancião, é claro que o tempo como experiência conta muito, mas o que ele vive através de experiências vividas no dia-a-dia e conhecimento empírico adquirido conta muitos pontos.

Todos precisamos de um bom direcionamento independente da idade. Escolher um mentor é uma tarefa tão individual quanto escolher uma profissão, pois existem direcionamentos específicos que somente o mentorado saberá.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Close Panel