Um dos grandes desafios das organizações é saber como transformar gerentes em líderes. Os gestores antigos costumavam a ser autoritários e com apenas um grande conhecimento técnico. Mas sabemos que atualmente não é mais assim que opera o mundo corporativo.

Para que a organização cresça é preciso ter um grande líder à frente da equipe, motivando, compreendendo as suas reais necessidades e ajudando seus colaboradores a prosperar. Mas, na prática, transformar um gerente com conhecimento técnico em um líder motivador é algo que precisa ser trabalhado.

Quer saber como transformar gerentes em líderes? Confira as nossas dicas!

Entenda a diferença entre ser chefe e ser líder

O primeiro passo é compreender as diferenças de um chefe e um líder para que você entenda de que maneira isso influencia na equipe. Confira algumas características de cada perfil:

Chefe:

  • é autoritário;
  • comanda as pessoas;
  • é temido (e não respeitado);
  • pensa somente nos resultados e lucros.

Líder:

  • inspira as pessoas a serem melhores naquilo que fazem;
  • é muito respeitado;
  • valoriza o que tem de melhor no funcionário;
  • ajuda a equipe a desenvolver as suas habilidades.

Como transformar gerentes em líderes

Transformar um gerente em líder para a empresa parece uma tarefa muito difícil de se cumprir. Entretanto, preparamos algumas dicas técnicas de mudanças que podem incentivar os seus gerentes. Confira:

1. Desenvolva a comunicação

O primeiro passo para que o seu gerente se transforme em um líder é que ele desenvolva a boa comunicação. Isso significa que ele não pode ter medo de falar em público e tenha uma boa dicção e oratória.

Assim, quando ele repassa as ordens para os setores, você tem a certeza de que todas as informações foram ditas com clareza e que não restam dúvidas por parte dos colaboradores.

2. Faça com que ele saiba ouvir os colaboradores

De nada vai adiantar promover um gestor à líder que não sabe ouvir os colaboradores. Assim como o líder precisa ter uma boa comunicação, ele precisa ter bons ouvidos! Isso significa que ele precisa estar atento ao que o público interno tenha a falar.

Ele não pode repassar a imagem de autoridade rigorosa. Os colaboradores precisam sentir a confiança de que podem procurá-lo se há algo errado ou se desejam apresentar alguma sugestão e ideia para algum processo produtivo.

3. Promova a inteligência emocional

Inteligência emocional nada mais é do que um conceito da inteligência social. Podemos considerar um líder com inteligência emocional aquele que sabe identificar as suas emoções com mais facilidade. Mas, o que isso significa?

Significa que a pessoa tem a capacidade de se automotivar e seguir sempre em frente quanto alguma situação não saiu conforme o previsto. É aquela pessoa que, mesmo diante de confusões, tumultos, conflitos, frustrações e angústias, consegue permanecer tranquilo e confiante de que tudo vai dar certo. Na verdade, as empresas precisam tanto de líderes quanto colaboradores que tenham:

  • controle emocional;
  • empatia;
  • autoconhecimento;
  • capacidade de desenvolver relacionamentos interpessoais.

4. Faça com que ele saiba reconhecer os ganhos da equipe

O mais importante em um grande líder é saber reconhecer as metas alcançadas. Isso significa que ele motiva a equipe a continuar crescendo, apontando todos os acertos e incentivando as boas atitudes.

Nada melhor do que trabalhar ao lado de um líder que saiba incentivar as boas ações e que reconhece o esforço diário da equipe interna.

O ambiente corporativo precisa, cada vez mais, de líderes que saibam motivar a equipe interna a prosperar. A notícia boa é que se a sua empresa tem apenas gerentes, saiba que é possível transformá-los em grandes líderes. Basta seguir as nossas dicas e oferecer os treinamentos necessários.

Por: https://etalent.com.br/artigos/dicas-como-transformar-gerentes-em-lideres/

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Close Panel