1. Nunca minta. Honestidade é fundamental não só em uma entrevista de emprego mas em qualquer outra coisa na vida. Não pense que iniciar uma relação baseada em mentira irá te levar a algum lugar.

2. Por mais difícil que a questão seja, sempre existe uma melhor maneira de responder.

3. Uma excelente maneira de estruturar suas respostas é utilizar o método SAR: S- Situação; A – Ação; e R – Resultado

Comece descrevendo a situação, em seguida, a(s) ação(ões) tomada(s) para realizar/resolver/solucionar a situação e por fim o(s) resultado(s) alcançados.

Seguindo esse padrão, você manterá uma lógica estruturada para as respostas, não corre o risco de “se perder”, de fugir do tema, de falar mais do que o necessário além de cobrir todos os aspectos importantes em respostas dessa natureza.

Leia também: Pontos fortes ou pontos fracos? Saiba como identificá-los e quais desenvolver.

4. Evite chavões corporativos.

5. Seja objetivo! Pense em uma conversa de elevador: cada resposta deve durar em média o tempo de uma viagem de elevador. Caso o recrutador queira saber mais, ele irá solicitar mais detalhes. O problema de respostas longas é que muitas vezes nos tornamos prolixos ou acabamos por falar demais.

6. Lembre-se, uma entrevista normalmente não dura mais do que uma hora e você não terá tempo e nem oportunidade de corrigir um entendimento equivocado. Responda o que foi perguntado, sem precisar comentar tudo o que antecedeu ou precedeu o ponto.

7. Perguntar (algo interessante) pode ser um bom artifício para ganhar a atenção do recrutador e causar uma boa impressão, além de aumentar as chances de ser lembrado.

8. Use exemplos ou números para ilustrar seus feitos. Exemplos, números ou percentuais devem ser utilizados quando você precisar falar sobre suas responsabilidades e realizações. Isso dá credibilidade e dimensiona o feito.

9.Falar inglês ou outro idioma é necessário, mas falar português é fundamental! Cuidado com gírias, palavrões e sentenças mal construídas, concordância verbal, etc.

10.Se necessário, diga sem medo “Eu tenho que admitir, mas eu nunca fiz isso antes”.

Por: Alexandre Scoth – Instituto Melhorando Pessoas

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Close Panel